Feliz e Alegre

Teresa de Saldanha aparece-nos ao longo de toda a vida, uma pessoa feliz, contagiando os outros com a sua alegria. Criada num ambiente afável, cheio de carinho e afecto, gostava de brincar, estudar, rezar e ensinar. Alegrava-se com as pequenas coisas da vida, tinha bom humor, tirava partido dos acontecimentos e sabia rir.

Cedo descobriu que a chave da felicidade se encontra na prática do bem, e no acolhimento ao projecto de Deus para a sua vida. Por isso pôde testemunhar:

Feliz, mil vezes feliz sou eu e por tudo dou graças a Nosso Senhor. Nada se pode comparar com a alegria de ser toda de Deus. Sinto uma grande alegria ao pensar na tão grande misericórdia de Deus.